Minhas Leituras

Atualização:

Agora estou registrando minhas leituras no Skoob. Veja aqui alguns dos livros lidos:

 
E aqui o perfil com todos os livros que me lembro ter lido no Skoob.

Registro dos Livros que tenho lido nos últimos anos. Comecei a registrar assim que iniciei o blog no final de 2007. Se quiser ver a sequência de leitura, comece lá em baixo e vai subindo.

Ano 2010

O Símbolo Perdido de Dan Brawn

Revisitando Dan Brawn depois de alguns anos. Ele tem um geito de escrever que prende do início ao fim. Neste livro, alguns secredos foram óbvios para mim: descobri cedo quem é o antagonista e onde está afinal escondido o tesouro. Apesar disso é muito divertido. Foram horas bem agradáveis. Acho que o problema de Dan Brawn é o geito consistente demais de escrever, ler dois livros dele direto, enjoa fácil.

Ano 2009

Fundação (trilogia) de Isaac Asimov

A trilogia Fundação de Isaac Asimov é um marco em ficção científica e me impressionou profundamente. Isaac constrói em sua narração uma história de uma galáxia inteira em diferentes eras. E cria uma mitologia sobre psicohistória. Personagens de uma era viram heróis e lendas das eras seguintes. É realmente impressionante. Altamente recomendado.

O Despertar dos Deuses de Isaac Asimov

Outro fera de Ficção Científica que eu estou a tempos querendo visitar. Escritor de Eu, Robo, e o Homem Bicentenário e outros livros que já viraram filmes, Asimov é craque. Já me capturou nos primeiros capítulos.

Em um futuro com energia barata, limpa e abundante, um físico desconfia que não existe lanche grátis. Seria a base da nova sociedade uma bomba relógio que poderia levar tudo pelos ares?

1984 de George Orwell

Desde que ouço falar da famosa propaganda da Apple no Superboll, que o grande irmão do livro 1984 de George Orwell tem capturado minha imaginação. Resolvi correr atrás e estou lendo este livro grandioso. Infelizmente foi dele que saio o nome daquele programa fútil  (Big Brother).

Como seria uma sociedade sem privacidade, onde todos são vigiados e ao menor sinal de divergência ao status quo são evaporados da existência? Como ir contra uma força avassaladora como esta? Seria possível quebrar esta ditadura?

Chatô, O Rei do Brasil de Fernando Moraes – não encerrado

Uma biografia real sobre um grande jornalista brasileiro que construiu um império de comunicação. Adorei os primeiros dias até que ele conseguiu chegar a cidade do Rio e ganhar fama. Depois não consegui continuar, parecia que a história acabava ali. Apesar de recomendar e ter gostado da parte que li, acho que será o meu primeiro livro interminado.

A Casa dos Budas Ditosos de João Ubaldo Ribeiro

Polêmica do início ao fim. Pornografia em forma mais crua e direta. Indigesto para os paladares mais sensíveis. Já vi coisas mais interessantes nesta área.

Ano 2008

O Retrato de Dorian Grey de Oscar Wilde

Um clássico da literatura com uma história citada em filmes, livros e até quadrinhos. A degradação da moral de um ser humano inicialmente “perfeito”. Uma idéia visual perfeita: O retrato é a visão da alma cada vez mais perturbada do jovem que mantém sua beleza externa, apesar da passagem dos anos. Perturbador, fascinante. Não dá para ler e se manter a mesma pessoa depois disso.

O Sol também se levanta de Ernest Hemingway

Parei um tempo com ficção científica e procurei conhecer mais de literatura geral. Comecei com Hemingway que é citado em um filme que gosto muito. A sinopse do Wikipedia:

Em Paris, após a Primeira Guerra Mundial, jornalista estadunidense com ferimento de guerra que o impede de ter relacionamentos normais com mulheres, se envolve com uma sedutora ninfomaníaca que, com um grupo de amigos excêntricos, vive aventuras pela Europa afora.

Gostei do livro, vou ler mais dele quando tiver oportunidade.

Contato de Carl Sagan

Carl Sagan divulgador de ciência da famosa série Cosmos, em sua primeira experiência com ficção, descreve as consequências para a humanidade de um contato de seres inteligentes. Virou filme recomendadíssimo com Judie Foster. Tem um pequeno artigo sobre Contato no blog.

3001 – A Última Odisséia de Arthur C Clarke

Na última parte da série, Arthur C Clarke traz de volta a vida um personagem do primeiro livro e descreve como seria um humano dos tempos atuais conhecendo as maravilhas tecnológicas mil anos a sua frente no tempo.

2061 – Uma Odisséia no Espaço III de Arthur C Clarke.

Depois que Júpiter se tornou a nova estrela do sistema solar, um novo contato com os responsáveis pelo Monolito se dá por meio de uma falha durante uma viagem de pouso no Halley e um projeto de detectar o que é uma grande montanha em formação na lua proibida de Europa.

Ano 2007

2010 Uma Odisséia no Espaço II

2010 – Uma Odisséia no Espaço II de Arthur C Clarke

Uma nova missão a Júpiter para resgatar a nave Discovery e descobrir afinal o que é o Grande Irmão e qual a natureza dos acontecimentos que levaram David Bowman a se perder dentro do grande Monolito em Io. Acontecimentos inesperados levam a missão a um nível de tensão fabuloso. O desfecho do livro é mais uma das idéias estravagantes e assustadoras de Clarke.

362 páginas

confira preços aqui (livro a partir de r$ 30,55)


2001 - Odisséia no Espaço

 

2001 – Uma Odisséia no Espaço de Arthur C Clarke

Uma missão em Saturno. Uma descoberta na Lua. E a mais brilhante história de ficção científica que virou filme. Para os fãs do gênero, é simplesmente a referência para tudo que se fez depois dele. Imperdível.
Aliás, imperdível é a dupla: o livro primeiro e depois o filme. Se você não quiser ficar boiando na metade do último. Fiz um artigo no blog sobre o livro 2001.

confira preços aqui (dvds a partir de r$ 19,70)


 

A Garota das Laranjas de Jostein Gaader.

Hubble, laranjas e uma história de amor. Recomendado.

confira preços aqui (a partir de r$ 25,00)


 

A Menina Que Roubava Livros de Markus Zusak

A inocência em meio ao horror da Guerra. A morte e os valores que levam as pessoas a sonhar ou desistir. Um tanto triste, mas recomendado.

confira preços aqui (a partir de r$ 21,30)


Outras leituras anteriores a 2007:

  • Agatha Christie: O caso dos dez negrinho e muitos outros. Histórias policialescas de detetives com seus segredos, mentiras e reviravoltas sempre me prenderam a atenção. Li pelo menos uns 6 livros diferentes dela e o que mais me surpreendeu foi o livro citado. Se gosta de tentar descobrir o vilão no fim da história, este é disparadamente o mais indicado.
  • Danielle Steel: Ao conhecer o grande amor de minha vida acabei por conhecer também alguns livros que ela amava. Aprendi a gostar e li muitos deles. Só depois de uns 10 livros é que eu comecei a enjoar e parei. São romances onde a mocinha sofre deveras e no fim tudo acaba bem, ou quase isso. Para mim o melhor deles foi Tudo pela Vida (Mixed Blessings), que conta a história de casais que desejam ter filhos. Me tocou pessoalmente por me ajudor a lidar com meus sentimento sobre a perda de minha filha durante o parto alguns anos antes e que ainda me incomodava.
  • Dan Brown: Ponto de Impacto e Fortaleza Digital. Ambos livros com temas relacionados com meus interesses (vida extraterrestre, NASA, computadores) e ele conduz a história de forma bem cinematográfica. São divertidos como blockbusters e exatamente por isso são totalmente esquecíveis. Os personagens são rasos e por isso mesmo não dá para se envolver com o que se vê. Tive a impressão que via um filme B de ação. De qualquer forma é divertido… Anjos e Demônios e Código Da Vince, os livros mais famosos dele, estão muito longe do meu criado mudo.
  • Senhor dos Anéis de Tolkien: A trilogia fantástica de Tolkien foi mais uma experiência cinematográfica/literária. Li cada um dos livros e revi os filmes. Achei que ambos foram ótimas obras de arte conteporâneas. Em minha opinião ainda serão vistos como grande arte em um futuro próximo ou distante.
  • J.K. Rowling: Harry Potter. Uma narrativa espantosamente cativante. Embora a história possa ser infantil e alguns divergirem sobre a qualidade literária de Rowling, ela me cativou. Eu tinha 32 anos quando comecei a ler. Li os primeiros livros ao poucos e depois do terceiro devorei tudo rápido e prazeirozamente. Tive que esperar quase um ano até o lançamento do último livro, que li antes mesmo de ser lançado no mercado brasileiro (seis meses antes, não me pergunte como). Agora tenho eles lá na estante para quando minhas filhas se interessarem por entrar neste universo fantástico.
  • Arthur Conan Doyle

    : e suas histórias de Sherlock Holmes. Meu pai possuia uma coleção deles na estante e acabei por lê-los um a um durante minha adolecência.